Stardust - O Mistério da Estrela (Neil Gaiman)

08 fevereiro 2014

"Tristan ama a jovem mais bela do vilarejo de Muralha. Para ser correspondido, ele atende aos caprichos da moça e lhe faz uma promessa quase impossível de cumprir. Uma estrela cadente que ambos vêem cair do céu valerá a mão de Vitória em casamento. 
A determinação de trazer a estrela para o vilarejo fará com que o rapaz burle todas as regras e siga para a Terra Encantada, onde supostamente a estrela está. Então, Tristan se vê cercado por piratas voadores, gnomos guerreiros, bruxas esquisitas e sedentas por beleza e princesas do mal. Um mundo de magia está diante dele e tem início um conto de fadas surpreendente e nada convencional. 
Neste lugar, os caminhos podem ser belos e sombrios, tristes e alegres, suspeitos e óbvios, mas sempre cheios de segredos. E todos, não só Tristan, estão em busca daquela que parece guardar a solução para todos os problemas do reino mágico. Acontece que a estrela está triste e sem esperança. O maior desafio do jovem apaixonado, então, será fazer a estrela brilhar novamente."  - SinopseAntes de mais nada, se vocês pretendem ler este livro, estejam cientes que ele é completamente diferente do filme! Eles viajam por lugares e até realmente vão parar num navio voador, mas tem pontos completamente diferentes. Inclusive, muitas das mudanças significativas de Tristan no filme ocorrem no navio, e no livro o navio não é realmente o lugar mais importante da história. Bom, mas apesar de ser tão diferente eu realmente gostei. Posso dizer que gosto de ambos (livro e filme) da mesma forma. Talvez por eu não ter dado tanta importância pelas diferenças ou deixado de lado qualquer vínculo que o livro pudesse ter com o filme e vice-versa. É como "A Pequena Sereia", sempre foi um dos meus filmes favoritos da Disney e nem por isto deixou de ser quando li o livro. E acabei por gostar dos dois da mesma forma. ~ O conto da pequena sereia tem o final bem diferente do filme.
"- Eu a mandaria enfiar a cabeça na lama do chiqueiro, e trataria de sair para procurar outra que quisesse me beijar sem pedir a terra em troca. Sem dúvida, você encontraria alguma. Lá nas terras de onde você vem, é difícil conseguir atirar um tijolo sem acertar uma. ( Disse o homenzinho peludo) - Já dei meu coração a outra pessoa.
- O rapaz? O que estava na estalagem? Com o unicórnio?
- Esse mesmo.
- [...] Esse rapaz vai parti-lo, desperdiçá-lo ou perdê-lo. É o que todos eles fazem.
- Mesmo assim, meu coração é dele. [...]

Nenhum comentário:

Postar um comentário